O Mercado de reparo de celulares não para de crescer

5 Dicas preciosas para quem quer abrir um Negócio?
agosto 8, 2017
Entenda como começar um negócio no segmento de reparo de smartphones
agosto 13, 2017
Exibir tudo

O Mercado de reparo de celulares não para de crescer

businessman writing rising graph ,blue background

De acordo com uma pesquisa realizada pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicação), estima-se que há mais de um celular por pessoa no país. Isso porque, no mês de junho desse ano, o Brasil chegou a marca de mais de 242,1 milhões de celulares registrados. Sendo 160.188 mil dispositivos pré-pagos e 81.928 mil pós-pagos.

Com esse crescimento no número de celulares/smartphones no país, novos empreendedores estão investindo na manutenção desses aparelhos, já que muitos usuários estão preferindo prolongar a vida dos celulares ao invés de comprar novos e precisam de especialistas neste setor. Porém não há profissionais suficientes para atender a demanda, o que tornou essa área uma ótima oportunidade – tanto a médio quanto a longo prazo – para quem deseja iniciar o próprio negócio.

 

O setor que não para de crescer

O mercado de manutenção de celulares continua crescendo e se tornou bastante rentável. Uma simples manutenção de celular de 20 minutos de trabalho, por exemplo, pode chegar a quase R$ 100 reais de lucro. Contudo, as margens de ganho são ilimitadas, pois tudo depende do seu serviço prestado. Ou seja, quanto mais serviços você fizer, mas irá ganhar.

Sem contar que é muito fácil se especializar, uma vez que existem diversos cursos profissionalizantes – tanto presenciais quanto on-line – voltados para a manutenção de celulares/smartphones, assim como para montar sua própria assistência técnica legalizada.

Porém, em vista que esse mercado está se tornando cada vez mais competitivo, ter um diferencial é importante. Os famosos Iphones da Apple, por exemplo, são os mais caros e desejados aparelhos do mercado e, consequentemente, os mais difíceis de consertar. Diante disso, a assistência técnica que trabalha com a manutenção desses aparelhos se sobressai sobre as demais e tem maior lucratividade. Pois há poucos profissionais especializados nesse tipo de celular hoje em dia, que requer uma especialização específica.

Em questão de clientes, os perfis são os mais variados. Desde uma pessoa que tem o aparelho para uso pessoal à grandes empresas que optam por fazer a manutenção dos celulares de seus funcionários. Gerando ganhos que vão de R$80 a R$ 1 mil, dependendo do tipo de manutenção que é realizada e a quantidade de aparelhos.

A crescente procura por assistências técnicas é o reflexo da crise econômica do país e que afeta o mercado de eletrônicos, principalmente celulares, apresentando queda nas vendas de 14% quando comparado ao ano passado (2016). O que fez a demanda de serviços de reparo de celulares aumentar cerca de 50% apenas no primeiro semestre desse ano. Com expectativas de crescimento ainda maior até o final de dezembro.